Loading...

Total de visualizações de página

Postagens populares

sábado, 21 de agosto de 2010

ÍNDICE IDEAL:12 POR 8

A pressão arterial é a força exercida pelo sangue nas paredes das artérias.Quando medida, dois números são registrados. O maior, chamado pressão arterial sistólica, é a pressão do sangue nos vasos, quando o coração se contrai para impulsionar o sangue para o resto do corpo. O menor, chamado pressão arterial diastólica, é a pressão do sangue nos vasos quando o coração se encontra na fase de relaxamento (diástole). A hipertensão é a elevação da pressão arterial para os números acima dos valores considerados normais. Se ela iguala ou ultrapassa 14 por 9 (ou 140 por 90 mmHg) já está acima dos índices normais. Para ter esse diagnóstico, os dados devem ser medidos várias vezes, de forma correta e em repouso.
A pressão se eleva por diversos motivos,mas principalmente porque os vasos nos quais o sangue circula se contraem. Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, a pressão alta não tratada pode ocasionar derrame cerebral, enfarte, insuficiência cardíaca (aumento do coração), angina (dor no peito), insuficiência renal e alterações na visão que podem levar à cegueira.


PRESSÃO NORMAL
100 por 60
120 por 80

PRESSÃO LIMÍTROFE
129 por 84
130 por 85

PRESSÃO PERIGOSA (procure um médico)
139 por 89
140 ou + por 90 ou +

Fonte:Sociedade Brasileira de Cardiologia

CURIOSIDADES

*Aposte nos peixes (salmão,atum e sardinha), no óleo e na semente de linhaça, nas nozes e castanhas, no azeite de oliva extravirgem e no abacate.Todos eles contêm o ácido ômega-3 – rico em gorduras monoinsaturadas – que combatem a síndrome do olho seco, distúrbio que reduz a fabricação de lágrimas e pode acometer pessoas de todas as faixas etárias.Um estudo australiano revelou que o consumo de 2 a 3 porções por dia diminui as chances de desenvolver catarata, doença caracterizada pela perda da transparência do cristalino.

*Segundo pesquisas do National Eye Institute (EUA), as vitaminas C e E, e o betacaroteno ajudam a proteger a mácula – ponto central da visão que nos permite enxergar com clareza detalhes pequenos.Quando ela não funciona corretamente, o centro de visão fica prejudicado.O American Journal of Ophthalmology publicou estudos relatando que minerais como zinco e o cobre trazem efeitos benéfico para a retina.

*Pesquisas desmentem a posição do ovo como vilão causador do mau colesterol e o defendem como um dos alimentos mais nutritivos.E ainda com potencial emagrecedor!Rico em vitaminas B12 e D (na clara) e A e E,zinco, ferro e selênio (na gema), o ovo está sendo incluído em dietas de controle de calorias – cozido,tem apenas 80. Estudos mostram que ao enriquecer o café da manhã com um ovo, a tendência é que se sinta menos fome nas refeições seguintes.Com isso, consomem-se menos calorias durante o dia.Ele também é apontado como diminuidor da ansiedade.

TENSÃO? TIRE ISSO DA CABEÇA!

Quem nunca sentiu uma dor de cabeça na vida. Pesquisas indicam que nos Estados Unidos, por exemplo, 90% da população já sentiu alguma dor de cabeça.No Brasil, os estudos indicaram que cerca de 70% das pessoas se queixam de cefaléia. Mas dor de cabeça é uma só?Não.Os especialistas já catalogaram pelo menos 150 tipos - que vão desde a dor causada por tensão, a chamada cefaléia tensional, e também a mais comum, até a temível enxaqueca,talvez a mais difícil de tratar.
Independentemente do tipo, é fundamental consultar um médico,principalmente se os sintomas forem constantes, pois só ele saberá avaliar e fazer o diagnóstico correto para indicar o melhor tratamento. De qualquer forma, é bom estar alerta e conhecer as principais diferenças entre os 2 tipos mais conhecidos de dor de cabeça.
SINAIS DE ALERTA
CARACTERÍSTICAS CEFALEIA TENSIONAL ENXAQUECA
Tipo de dor Em peso ou aperto Pulsátil, latejante
Localização Bilateral (testa,nuca,topo da cabeça) Unilateral (têmporas)
Intensidade Leve a moderada Moderada a severa
Duração De 1 hora a até 7 dias De 4 a 72 horas
Causas mais comum Tensão muscular,estresse Esporádica
Com atividade física habitual Pode melhorar Piora
Sensibilidade à luz e/ou barulho Normalmente não há Sempre presente
Náuseas e/ou vômitos Ausente Presente
Alterações visuais e auditivas Não há Podem aparecer
Medicamentos Analgésicos e relaxantes musculares Analgésicos e outros específicos como: antieméticos, triptanos e ergotamínicos
Na cefaléia tipo-tensão, por exemplo, a má postura,cansaço ou tensão dos múisculos da cabeça,do pescoço e dos ombros costuma ser a fonte da dor. Já na enxaqueca, os receptores dos vasos meníngeos – artérias e veias do interior do crânio – deflagram a dor que pode até causar visão turva.
No caso da cefaléia tensional, há uma forma de tratamento em que o medicamento indicado, em geral, é um analgésico, relaxante muscular ou antiinflamatório para ser tomado durante a crise de dor. Os especialistas alertam que ,em geral, as dores de cabeça tensionais não são tratadas adequadamente, o que pode levar a dor crônica. No caso da cefaléia tensional crônica é importante diagnosticar o que desencadeia a dor. Por exemplo, se for à postura, é preciso corrigi-la; se for a tensão muscular, a atividade física com alongamento muscular pode ajudar muito. Se for um problema de articulação temporo-mandibular, o dentista também precisará ser consultado para a correção do problema. Já enxaqueca, é tratada com medicamentos específicos.Além disso, exercícios de relaxamento e de respiração assim como incorporar hábitos saudáveis, como dormir mais, fazer exercícios regularmente e, manter uma alimentação equilibrada, também ajuda a diminuir as crises de dor. Uma dica que nunca falha:cuide-se,evite o estresse,divirta-se e viva sem dores de cabeça!
Fontes: Sociedade Brasileira de Cefaléia;
International Headache Society. Classification and diagnostic criteria for headache disorders, cranial neuralgia and facial pain. Cephalalgia1988;8 Suppl 7:1-96;
Cathcart S.et al. Central mechanisms of stress-induced headache. http://ncbi.nlm.nih.gov;