Loading...

Total de visualizações de página

Postagens populares

domingo, 28 de maio de 2017

CONHEÇA 5 MODOS ATESTADOS DE EVITAR ENXAQUECA

Entre os mais de 150 tipos de cefaleia, há a temida enxaqueca. Caracterizada por dores latejantes em um lado da cabeça — que duram de quatro até 72 horas — e eventualmente náuseas e sensibilidade à luz, ela atinge cerca de 5% da população brasileira. E olha que estamos falando da versão crônica, quando os incômodos dão as caras durante pelo menos três meses, 15 dias ao mês. É por isso que hoje (19 de maio), Dia Nacional de Combate à Cefaleia, a neurologista Thais Villa, da Universidade Federal de São Paulo, traz dicas valiosas para o controle desse problema. Embora não acabem completamente com as dores e muito menos dispensem eventuais tratamentos, essas medidas dão conforto ao portador. Veja:

1. Não fique em jejum

Permanecer muito tempo sem comer é um grande erro para quem sofre com a enxaqueca. É importante estabelecer uma rotina alimentar de 3 em 3 horas e sempre carregar frutas ou lanchinhos na mochila. Além disso, devem consumir bastante água ao longo do dia.

2. Não exagere nos medicamentos

Basta só uma dorzinha de cabeça aparecer que as pessoas correm para tomar um analgésico, certo? Ao tomar remédios em diversos dias da semana, eles perdem efeito. Aliás, o abuso chega a cronificar a dor — além de trazer diversos prejuízos à saúde. O uso das medicações deve sempre ser conversado com um neurologista especialista no tratamento de dores de cabeça. Até porque as opções não se resumem a analgésicos tradicionais — tampouco a comprimidos.

3. Faça exercício

Não é que durante as crises você deve sair correndo (nesse caso, o recomendado é ficar mais quietinho mesmo). Mas uma série de trabalhos mostra que a prática regular de atividade física diminui consideravelmente o número de episódios dolorosos. As modalidades mais recomendadas são aquelas que não exigem tanto esforço do corpo — o exagero pode desencadear a enxaqueca. Opte por caminhadas, aulas de dança, natação, alongamento, pilates… Antes disso, faça apenas uma avaliação médica.

4. Controle o estresse e as emoções

Estresse, ansiedade, irritabilidade, preocupação excessiva, medo e solidão servem de gatilho para as crises de cefaleia. Através de exercícios de respiração, relaxamento e meditação, é possível ganhar controle sobre esses sentimentos. Buscar ajuda psicológica para entender melhor seus sentimentos e emoções também é uma boa opção.

5. Durma bem

Dormir pouco ou muito vai repercutir negativamente no cérebro. É importante priorizar o sono e estabelecer uma rotina que o valorize — a maioria das pessoas precisa relaxar profundamente de seis a oito horas por dia. Para alguns enxaquecosos, uma noite maldormida já é o suficiente para disparar uma crise. fonte: http://saude.abril.com.br/medicina/dia-de-combate-a-cefaleia-5-jeitos-atestados-de-evitar-enxaqueca/

Nenhum comentário: