Loading...

Total de visualizações de página

Postagens populares

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

CONHEÇA OS 10 SUPERALIMENTOS QUE PRECISAM FAZER PARTE DA SUA DIETA

A industrialização trouxe incontáveis benefícios para a vida cotidiana, mas tem uma desvantagem. Quanto mais nos baseamos na fabricação humana e na tecnologia, mais distantes parecemos ficar do mundo natural. Nossos estilos de vida sobrecarregados e estressantes e dietas pré-empacotadas nos expõem a numerosos riscos de saúde: doenças cardiovasculares, diabetes, infecções e câncer - só para nomear algumas. Pesquisadores médicos e companhias farmacêuticas desenvolveram várias drogas sintéticas para combater essas doenças. Para algumas dessas terapias, os potenciais efeitos colaterais parecer superar os riscos da doença. Mas existem remédios e preventivos naturais de doenças em abundância. Centenas de "superalimentos" saborosos contêm nutrientes, antioxidantes e outros elementos que podem acabar com infecções, suprimir células de câncer, regular os níveis de açúcar do sangue, fortalecer ossos e ajudar a perder peso enquanto os comemos. Desde o início da história da humanidade, alimentos e ervas têm sido usados para combater e curar doenças. Pesquisas modernas confirmam o valor de alguns remédios populares e revelam outros benefícios de certos alimentos. Veja que benefícios à saúde você pode desfrutar dos 10 superalimentos explorados neste artigo. 10. MIRTILO O mirtilo é rico em antioxidantes que combatem os radicais livres causadores de câncer e tem ação antibacteriana.
Suco de mirtilo O suco de mirtilo pode prevenir infecções da bexiga com o mesmo mecanismo de seu primo cranberry: ele impede o E.coli de aderir às paredes da bexiga. Essa ação antibacteriana evita e acelera o alívio da diarreia também. Os índios norte-americanos acreditavam que o mirtilo fosse mágico. Eles o usavam para tingir roupas. Os colonizadores europeus esmagavam-no para colorir a tinta. Mas ambas as culturas reconheciam o valor alimentar - e medicinal - das bagas. Pequenas usinas geradoras de antioxidantes, o mirtilo fresco e doce nos protege de cima a baixo. Altas concentrações de antocianina criam a cor azul, mas elas também podem proteger a visão e combater energicamente os radicais livres causadores de câncer. Outro antioxidante, o ácido elágico, parece inibir o crescimento de tumores. [O ácido elágico é responsável pela coloração vermelha de frutas parentes do mirtilo, como amora, framboesa, cereja e morango.] O mirtilo pode até reduzir a gordura abdominal. Esses efeitos são melhores quando o mirtilo é adicionado a uma dieta de baixas calorias, mas um estudo da Universidade de Michigan com animais descobriu que o mirtilo era benéfico até mesmo em dietas altamente calóricas. O mirtilo afeta a maneira como a gordura é armazenada e queimadas, e também melhora o uso de glicose do corpo. 9. MEL Ao contrário do açúcar, o mel é um adoçante rico em nutrientes, minerais e vitaminas do complexo B, C, D e E
Ao contrário do açúcar, o mel é um adoçante rico em nutrientes, minerais e vitaminas do complexo B, C, D e E. Apesar dos benefícios, o mel não deve ser dado a crianças com menos de 1 ano de idade Pinturas em cavernas na Espanha datando de 7.000 antes de Cristo mostram pessoas coletando mel de colmeias. Templos, tumbas e sarcófagos de faraós e reis egípcios zunem com descrições de abelhas e mel. Virgílio e Plínio enalteceram o mel. Hipócrates prescrevia-o. Os exércitos romanos invasores levavam com eles colmeias para alimentos, remédio e energia. Os antigos bretãos atribuíam sua força ao hidromel, uma bebida de mel fermentado. Ao contrário do açúcar, o mel é um adoçante rico em nutrientes, que fornece numerosos sais minerais e vitaminas do complexo B, C, D e E. Os carboidratos concentrados aumenta a energia para os esportes. Paradoxalmente, o mel também dá sono. Ele alivia dores de garganta e acalma as tosses noturnas. Estudos mostraram uma baixa nos níveis de triglicérides no sangue em pessoas que comiam mel. Ele diminuiu o crescimento de tumores e a difusão do câncer em ratos. O mel inibe as células que causam câncer na bexiga e protege contra a colite. Ele tem propriedades antissépticas que o tornam um bom tratamento tópico para infecções, dores e queimaduras. Para alergias ao pólen, mel local é um remédio mais agradável e barato que injeções. O mel colhido num raio de 32 km de sua residência pode inoculá-lo contra o pólen das redondezas. Leila Denmark, pediatra graduada pelo Medical College of Georgia em 1928 que praticou a medicina até os 103 anos de idade, recomenda adicionar uma colher de chá (2,1g) de mel local à sua dieta diária para curar alergias ao pólen. 8. FEIJÕES Feijjão, ingrediente do prato básico brasileiro, são ricos em proteína e em fibra
Feijjão, ingrediente do prato básico brasileiro, são ricos em proteína e em fibra Feijões têm baixo teor de gordura, alto teor de fibra, são ricos em proteína e livres de colesterol. Como o mel, os feijões em grão (preto, branco, rajado, rosinha e grão-de-bico) abaixam os triglicérides, a gordura do sangue que pode causar ataques cardíacos. Eles também baixam os níveis de mau colesterol do sangue (HDL). O alto conteúdo de carboidrato e fibra dos feijões ajuda a regular o açúcar do sangue para manter a diabetes sob controle. OS feijões também podem ajudar a prevenir o câncer de cólon, justamente por serem tão ricos em fibras. A dose mágica parece ser de 1/2 a 3/4 de xícara (50 a 75 gramas) de feijão cozido todos os dias. Essa quantidade mostrou: - Reduzir os triglicérides em 17% - Baixar o colesterol em 10% em média - Neutralizar a acidez estomacal - Proteger contra o câncer de mama - Reduzir os níveis de açúcar e insulina no plasma em pessoas com diabetes do tipo 2 - Fortalecer os ossos Como bônus adicional, pessoas que comem feijão regularmente tendem a pesar menos - quase 3,2 kg - do que pessoas que raramente o comem. A dica para evitar gases: deixe o feijão de molho por uma noite antes de cozinhá-lo. 7. BRÓCOLIS O brócoli é rico em antioxidantes que combatem o câncer de pulmão, cólon, próstata, mama e gástrico
O brócolis é rico em antioxidantes que combatem o câncer de pulmão, cólon, próstata, mama e gástrico O brócolis é seu aliado contra um monte de doenças. Ele está cheio de antioxidantes que combatem fortemente o câncer gástrico, de pulmão, cólon, próstata e mama. O 3-Indol-carbinol, um substância sulfurada especial contida no brócoli, pode: Parar a multiplicação das células de câncer na mama e na próstata Inibir a reprodução celular do vírus da herpes Diminuir o crescimento das células de câncer de tireoide e bócio Erradicar o H. pylori, uma bactéria ligada a úlceras e cânceres do estômago [fonte: Fahey, Zhang and Talalay] O brócolis contém numerosos sais minerais e vitaminas, incluindo cromo, um elemento importante na regulação do açúcar no sangue e da insulina. Seus altos níveis de betacaroteno e de ácido fólico ajudam a evitar a catarata. O ácido fólico erradica o vírus que causa câncer cervical. O brócolis é uma boa fonte não laticínio de cálcio, um elemento necessário para fortalecer os ossos e um agente que pode baixar a pressão sanguínea. O vegetal também pode nos tornar mais inteligentes também. Ele fornece ferro, que é importante para o funcionamento saudável do cérebro. Ele contém o elemento traço boro, que aumenta a atividade das ondas cerebrais e acelera as respostas físicas. E todo aquele betacaroteno do brócolis melhora sua capacidade de pensar. 6. CEBOLA A cebola contém numerosos agentes anticancerígeno que podem reduzir em até 88% as chances de câncer de garganta
A cebola contém numerosos agentes anticancerígeno que podem reduzir em até 88% as chances de câncer de garganta Um dos remédios mais antigos da civilização, as cebolas também foram usadas para pagar o aluguel e para congratular recém-casados. A cebola é rica em antioxidantes e, possivelmente, e um dos melhores alimentos de combate ao câncer que se pode comer. As cebolas echalotas, roxas e amarelas são as fontes alimentícias mais ricas de quercetina, um potente antioxidante. Os numerosos agentes anticancerígenos nas cebolas são eficazes contra: - Câncer de boca - Câncer de garganta - Câncer de pulmão - Câncer de estômago - Câncer colorretal - Câncer de mama - Câncer de ovário - Câncer de próstata - de fígado Comer muita cebola pode reduzir o risco de câncer de garganta em 88%, e o de próstata em 71%. Vidalia, na Geórgia (EUA), terra da cebola Vidalia, tem um terço da taxa de câncer no estômago que o resto da população dos EUA. As cebolas também fazem bem para o coração. Elas baixam o colesterol e a pressão sanguínea. Contêm anticoagulantes que afinam o sangue e reduzem o entupimento de artérias. E podem até bloquear a atividade de coagulação sanguínea que alguns alimentos gordurosos produzem. Há séculos as cebolas são um tratamento para diabetes comprovado por pesquisas. Cozida ou crua, a cebola abaixa o nível de açúcar no sangue. Quanto mais cebola você comer, maior é o efeito. As cebolas também nos ajudam a combater um sem-número de outras dores e indisposições. Elas são naturalmente antibióticas, antivirais, antissépticas e anti-inflamatórias. Ajudam a dilatar brônquios, tornando a respiração mais fácil para os asmáticos leves, para quem sofre da febre do feno e para quem tem bronquite crônica. As cebolas podem até nos ajudar a lidar com o estresse. A quercetina é um sedativo leve que induz ao relaxamento e ao sono. 5. PEIXE O ácido graxo ômega 3 contido nos peixes reduzem o risco de derrame e ataque do coração
O ácido graxo ômega 3 contido nos peixes reduzem o risco de derrame e ataque do coração Salmão, sardinha, cavala, arenque e atum são peixes saudáveis para o coração. Todos eles contêm altas concentrações o ácido graxo essencial ômega-3. Os ácidos graxos essenciais são coisas que o nosso corpo precisa para funcionar adequadamente, mas é necessário comer alimentos contendo esses ácidos para obtê-los. Os ácidos graxos ômega-3 são especialmente bons em reduzir o risco de ataque cardíaco e derrame. Comer peixes ricos nesses ácidos graxos reduz os sintomas da pressão alta, afina o sangue e evita a formação de coágulos. Isso também estabiliza o ritmo cardíaco e diminui os níveis de triglicérides. Comer peixes gordurosos também protege contra a degeneração macular, uma condição relacionada à idade e que leva à perda de visão, e promove o funcionamento saudável do cérebro. Eles até foram ligados ao alívio da depressão. Comer peixe rico em ômega-3 regularmente pode evitar que você desenvolva asma e artrite reumatoide. Isso porque o peixe gorduroso tem um efeito anti-inflamatório, e ele trabalha diretamente no seu sistema imunológico. Peixes gordurosos também podem combater o câncer de cólon e de mama, e, quando o câncer já está estabelecido, pode evitar que a doença se espalhe. 4. BATATA-DOCE A batata-doce contém grandes quantidades de betacaroteno, vitaminas, sais minerais e fibras
A batata-doce contém grandes quantidades de betacaroteno, vitaminas, sais minerais e fibras Nos EUA, a batata-doce foi o alimento básico durante as guerras revolucionária e civil. No final dos anos 1920, as pessoas comiam cerca de 14 kg por ano. Mas hoje ela raramente é posta nas mesas norte-americanas fora do feriado de Ação de Graças. No Brasil, a batata-doce ocupa o sexto lugar entre as hortaliças mais plantadas, correspondendo a uma produção anual de 500 mil toneladas, e o quarto lugar entre as mais consumidas. Durante as festas juninas, a batata-doce tem lugar de honra na mesa do brasileiro, quando é consumida cozida, assada, frita, em doce, como purê, em bolos e pães. Apesar do alto consumo no Brasil e na Ásia (o continente é responsável por 90% da produção mundial), a batata-doce, deveria ter um lugar na mesa todos os dias. Batata-doces tem mega quantidades do antioxidante betacaroteno, grandes quantidades de vitaminas e sais minerais e muita fibra. As únicas coisas nas quais a batata-doce é magra são gordura, colesterol e calorias. Ela está ligada à prevenção de doenças cardíacas, derrames, numerosos cânceres e catarata. Comer batata-doce diariamente reduz em 22% o risco de ataque cardíaco em mulheres, e diminui em 40% a 70% as chances de um derrame em pessoas do sexo feminino. A batata-doce também pode aumentar a saúde do seu fígado. Um estudo japonês publicado em 2007 mostrou níveis reduzidos significativos de indicações de hepatite em homens que bebiam uma bebida feita de variedade de casca roxa. A atividade da batata-doce na estabilização do açúcar no sangue e na melhoria da resistência da insulina pode ajudar a evitar a diabetes. 3. CHÁ O chá verde têm agentes que combatem o câncer, previnem úlceras estomacais e diminuem os fatores de risco para doenças cardíacas.
Os chás das folhas da Camellia sinensis têm agentes que combatem o câncer, previnem úlceras estomacais e reduzem os fatores de risco para doenças cardíacas Chás podem ser herbais, mas nós vamos falar, na verdade, sobre o chá - preto, verde, branco e oolong (tipo de chá chinês) - que é feito das folhas da Camellia sinensis. Ela é um parente das camélias que muita gente usa no paisagismo. O chá está carregado de catequinas que quebram o câncer. O chá verde é o que tem mais. Hirota Fujiki, do Instituto de Pesquisa do Centro Nacional do Câncer, no Japão, sugere que beber chá é uma forma prática de prevenir o câncer. Catequinas são também antibacterianas, uma qualidade que torna o chá um trunfo na prevenção de úlceras estomacais. Os chás verde e preto reduzem os fatores de risco para doenças do coração baixando a pressão sanguínea e reduzindo o colesterol total. O chá também dilata os vasos sanguíneos para um melhor fluxo do sangue. Ele impede que as plaquetas se agrupem e trabalha para dissolver coágulos no sangue. Isso ajuda a reduzir os danos que as dietas ricas em gordura provocam nas artérias. Em mulheres mais velhas, beber chá também pode desenvolver densidade óssea, É uma boa fonte de manganês, que é importante para ossos fortes. 2. IOGURTE O iogurte mata as bactérias que causam distúrbios intestinais
O iogurte tem sido reconhecido há muito tempo por sua capacidade de prevenir e curar a diarreia. Ele mata a bactéria que provoca distúrbios intestinais, e uma pesquisa recente mostra que a atividade antibacteriana do iogurte pode trabalhar o tempo todo no seu corpo para estimular todo o sistema imunológico. O iogurte mata até a bactéria que causa o odor corporal. Esse produto laticínio reduz significativamente sua susceptibilidade a alergias de pólen, febre do feno e resfriados se você começar a comê-lo três meses antes do início da estação do pólen e do resfriado - você pode comê-lo durante todo o ano para o máximo de benefícios. Ele tem atividade antiviral e anticâncer também. Elas estimulam as células do seu corpo que combatem infecções, chamadas anticorpos, a atacar vírus e tumores. Os iogurtes contendo o Lactobacillus acidophilus, lactobacilo que produz a fermentação do leite, evita infecções por fungos e pode reduzir a incidência de câncer de cólon. 1. ALHO Além das propriedades antibacterianas conhecidas, o alho contém mais de 30 agentes anticâncer e ainda reduz os triglicérides, a pressão sanguínea e o colesterol
O alho combate o câncer, reduz os triglicérides, a pressão sanguínea e o colesterol; para ativar os componentes do alho que melhoram a saúde, triture-o Entre os 61 usos médicos que o naturalista romano Plínio, o Velho (23-79 antes de Cristo) atribui ao alho em seu "Naturalis Historia" estão: - Limpar mordidas de animais; - Curar doenças de pele; - Expelir parasitas intestinais; - Eliminar tumores; - Extrair flechas; Provavelmente você nunca precisará extrair uma flecha, mas você pode obter numerosos benefícios à saúde comendo alho. As propriedades antibacterianas que tornaram o alho um tratamento tópico eficaz por milhares de anos funcionam bem dentro do nosso corpo também. Pesquisadores identificaram mais de 30 agentes de combate ao câncer no alho e na sua prima, a cebola. Em estudos com ratos, a dieta de alho reduziu em 75% os tumores no cólon, evitou em 100% o câncer no esôfago, e bloqueou 70% do câncer de mama. Um estudo alemão descobriu que o alho pode ser tóxico para células malignas. O alho pode ser o melhor alimento anticâncer que há por aí, especialmente para o câncer no estômago. Sua ação antibacteriana mata o H. pylori, a bactéria que supostamente causa os cânceres no estômago e no cólon. Em matéria de coração, comer um ou dois dentes de alho por dia reduz em 13% a 25% os triglicérides, e baixa a pressão sanguínea, o colesterol e os perigos de coágulos sanguíneos. O alho combate os coágulos melhor que a aspirina. Ele trabalha de oito diferentes formas para impedir o agrupamento de plaquetas; a aspirina tem apenas uma ação. O alho também alivia dores nas juntas, gases e diarreia, e nos dá sensações calmas e felizes. FONTE:HowStuffWorks

Um comentário:

lelington disse...

excelente artigo,como quimico-fitologista tenho usado e orientado centenas de pessoas a ter mais saúde usandoos remédios naturais que Deus nos deixou