Loading...

Total de visualizações de página

Postagens populares

segunda-feira, 7 de abril de 2014

O COLESTEROL É FUNDAMENTAL PARA A SAÚDE CEREBRAL

Artigo de W C Douglas, MD Ele, o colesterol, é fundamental para o cérebro e é essencial para estimular a produção de células nervosas que produzem a dopamina – e tem sido falado para evitá-lo. E mais, se você é como muitos dos adultos, você provavelmente já está tomando medicamentos para se ver livre dele! Dr. William Campbell Douglass II Ainda bem que você não é como a maioria dos adultos. Você é um leitor, e sabe a verdade sobre o colesterol – que esta saudável gordura do sangue é absolutamente crítica para uma série de funções, incluindo a função cerebral. E se as pessoas estão com colesterol diminuído – como usuários de estatinas (sinvastatina, atorvastatina, rosuvastatina, pravastatina) – muitas vezes parecem que eles estão perdendo um pouco de algo lá em cima (na cabeça), e é porque eles estão perdendo (de fato) um pouco de algo lá de cima – mais especificamente as células nervosas do cérebro necessárias para produzir dopamina. Esse é o neurotransmissor da ”sensação boa” que o cérebro libera quando você se sente feliz, animado, ou simplesmente satisfeito. É também a substância perdida nos doentes de Parkinson. Em uma recente série de experimentos em ratos e peixes-zebra (Danio rerio, nome científico), pesquisadores na Suécia descobriram que uma molécula chamada 24,25-EC é necessária para que a fábrica interna de dopamina funcione. Agora, não espero que você se lembre do nome 24,25-EC. É como tentar se lembrar de um número da placa. Mas o que você precisa lembrar é o seguinte: 24,25-EC é derivado do mesmo colesterol que tanto dizem ser ruim para você. Elimine o colesterol e a fábrica de 24,25-EC entra em greve – e a produção de dopamina é desligada. Não é de admirar que foi demonstrado que o colesterol LDL reduzido triplica o risco de doença de Parkinson em outros estudos – e os danos cerebrais não terminam aí. O colesterol diminuído também pode levar à depressão, perda de memória, doença de Alzheimer, e mais. Colesterol: o “vilão” que, na verdade, é “mocinho”! Em outras partes do organismo, o colesterol também é crítico para artérias saudáveis, músculos fortes, e uma vida sexual que pode ser motivo de orgulho em qualquer idade. Não por coincidência, o uso de estatinas deixa as artérias mais rígidas, os músculos dolorosamente mais fracos, e leva à disfunção erétil. Dá para ver as relações? Obviamente, você precisa de colesterol – de muito colesterol. Recomendo um colesterol total entre 200 e 300. Qualquer taxa menor, e você precisa ficar preocupado. Eu sei que isso vai contra tudo o “mainstream” diz sobre o colesterol. Mas acredite em mim, não neles – porque há ciência do meu lado. Obs: 24,25-EC é uma abreviatura de Oxisterol 24(S),25-Epoxicolesterol FONTE:http://www.drbayma.com/

Nenhum comentário: