Loading...

Total de visualizações de página

Postagens populares

quinta-feira, 3 de abril de 2014

CROSSBAR LANÇA UM NOVO TIPO DE MEMÓRIA MAIS RÁPIDA QUE AS MEMÓRIAS FLASH ATUAIS

Uma das maiores pontos de dificuldades com smartphones é a tempo para descarregar a bateria. O aparelho típico mal pode fazê-lo através da jornada de trabalho com o uso pesado. De olho neste problema a Crossbar apresentou um novo tipo de chip de memória móvel que pode aumentar drasticamente a quantidade de armazenamento em telefones e poderá trazer uma vantagem adicional: maior duração da bateria. Novos chips RRAM da Crossbar podem acessar dados 20 vezes mais rápidos que a memória flash e outras coisas mais capacidade de armazenamento em um chip menor, mas também, aparentemente, consumir 20% menos energia. No site FastCompany foi dito: “As recentes inovações em design de tela, CPU móvel e design sem fio, bateria tecnologia, e tecnologia de células solares transparentes, possivelmente, poderia ser facilmente combinado com sistemas RRAM para fazer futuros smartphones muito mais eficiente”. “Enquanto o smartphone médio tem apenas cerca de um dia de pleno uso antes de precisar ser recarregado, parece provável que, em poucos anos, a tecnologia terá avançado por isso será duradoura muitos dias com uma única carga.” Em seu site a Crossbar destaca que sua memória trará como vantagem: * Maior Capacidade: até 1 terabyte (TB) de armazenamento em um único chip; vários terabytes com 3D Empilhamento; * Menor consumo de energia: Estende a vida da bateria de semanas, meses ou anos; * Maior Desempenho: 20x escrever mais rápido do que NAND; * Mais fácil SOC Integração: Simples empilhamento em Logic em padrão CMOS no máximo Nodes avançada; * Mais confiável: 10x o Endurance de NAND ; Aproximando DRAM Confiabilidade; Eles também disseram que “a nova tecnologia de chips da Crossbar não é um sonho”. A empresa diz que é capaz de produzir seus novos chips RRAM com os sistemas de fabricação de chips não modificados e que já estão em uso. Fonte: BGR, Crossbar, Fastcompany

Nenhum comentário: