Loading...

Total de visualizações de página

Postagens populares

sábado, 15 de julho de 2017

CONHEÇA 7 LUGARES QUE VOCÊ NÃO PODE VISITAR

1 . Fort Knox (EUA)

Coordenadas: 37° 52′ 59.52″ N, 85° 57′ 54.9″ W. Conhecido pelo nome oficial de “United States Bullion Depository” — ou “Depósito de Ouro dos Estados Unidos” —, o Fort Knox foi construído em meados da década de 30 para guardar as reservas de ouro dos EUA. O edifício também já chegou a abrigar a Declaração de Independência dos Estados Unidos, a Constituição, uma cópia da Magna Carta e várias joias, reservas e documentos históricos de países europeus durante a Segunda Guerra Mundial. O Fort Knox conta com dois andares, e a entrada ao cofre é guardada por uma porta com mais de meio metro de espessura pesando 20 toneladas. Além disso, originalmente, a estrutura foi construída com 750 toneladas de aço reforçado, 670 toneladas de cantoneiras também de aço, mais de 450 metros cúbicos de granito e quase 3.200 metros cúbicos de concreto. O forte é guardado por câmeras de segurança, alarmes, arame farpado, cercas elétricas, minas terrestres, guardas fortemente armados, microfones e por batalhões que formam parte das unidades do exército que montam acampamento na área. O motivo? Atualmente, o Fort Knox guarda um total de aproximadamente 4,2 milhões de quilos de ouro — apenas! —, e o acesso ao interior do cofre, obviamente, é terminantemente proibido.

2. Arquivos Secretos do Vaticano (Cidade do Vaticano)

Além de ser o local que guarda todos os atos já promulgados pela Santa Sé, assim como todo tipo de documento papal acumulado ao longo dos séculos, estima-se que Arquivos Secretos do Vaticano contam com quase 84 quilômetros de prateleiras repletas de materiais, e que eles contam com 35 mil volumes apenas no “catálogo seletivo”. Na verdade, os documentos guardados no local não são tão secretos assim e podem ser consultados publicamente — contanto que eles tenham mais de 75 anos. Além disso, existem índices disponíveis para quem quiser conferir quais são os textos e obras que constam no acervo geral. Contudo, o acesso físico aos Arquivos Secretos do Vaticano é terminantemente proibido, e, se você quiser verificar algum texto, primeiro é necessário enviar um pedido solicitando o documento específico que você deseja consultar.

3. Mezhgorye (Rússia)

Coordenadas: 54° 15′ 18″ N, 58° 6′ 7.2″ E. Mezhgorye é o nome de uma cidade militar fechada localizada próximo ao Monte Yamantaw, nos Montes Urais, na Rússia. A localidade foi fundada a partir da fusão das guarnições militares Beloretsk-15 e Beloretsk-16 — e possivelmente de uma terceira chamada Alkino-2 — em 1995 e ficou conhecida no resto do mundo após ser descoberta por satélites espiões norte-americanos no final dos anos 90. Segundo a estimativa de especialistas, Mezhgorye — que ainda está em construção — ocupa uma área de mais de 980 quilômetros quadrados e tem capacidade para abrigar uma população de 60 mil pessoas. Além disso, militares norte-americanos observaram vários projetos de escavação no local ao longo dos anos, o que levantou fortes suspeitas de que a cidade abrigaria uma instalação nuclear secreta e possivelmente um bunker. Os russos já apresentaram várias explicações a respeito da movimentação em Mezhgorye, alegando que a cidade não oferece qualquer risco aos EUA. Segundo disseram, o local funcionaria como um centro para trabalhos de mineração, que lá existiria um enorme cofre que guarda tesouros russos, um abrigo nuclear e um armazém para alimentos. No entanto, nenhuma dessas justificativas convenceu os norte-americanos completamente.

4. Bohemian Grove (EUA)

Localizado em Monte Rio, em São Francisco, mais precisamente na Bohemian Avenue 20.601, o Bohemian Grove é um clube extremamente exclusivo composto apenas por homens. A organização foi fundada no finalzinho do século 19, e os integrantes — membros da elite econômica, política e artística dos EUA — se reúnem anualmente durante duas semanas em um acampamento. Alguns dos membros mais ilustres do clube incluem ex-presidentes norte-americanos — como Eisenhower, Nixon, Ford, Reagan e o Bush pai e filho —, assim como figurões famosos como Mark Twain, William Hearst, Clint Eastwood e integrantes da família Rockefeller. Segundo os rumores, nesses retiros os sócios participam de uma série de cerimônias carregadas de simbolismos e rituais. A lista de espera para entrar no Bohemian Grove é de 15 a 20 anos, e é necessário que o aspirante seja convidado por dois membros do clube. Além disso, o candidato deve provar que frequentou alguma universidade de elite e que é muito bem relacionado. Uma vez aceito, o novo integrante precisa pagar uma taxa de iniciação de US$ 25 mil — além de taxas anuais de sócio no valor de US$ 5 mil.

5. Igreja de Santa Maria de Sião (Etiópia)

Coordenadas: 14° 7′ 49″ N, 38° 43′ 10″ E. Na verdade, não é a Igreja de Santa Maria de Sião que tem a entrada proibida, mas sim a Capela das Tábuas, que faz parte do mesmo complexo. E o motivo da restrição é o fato de o local supostamente guardar nada menos do que a Arca da Aliança, que teria sido levada de Jerusalém à Etiópia pela Rainha de Sabá e o filho do Rei Salomão. Segundo a tradição, a capela é guardada por um monge guardião que é escolhido para passar a vida inteira confinado no local — rezando e fazendo oferendas diante da relíquia. Antes de morrer, o guardião deve nomear quem será seu sucessor, e, no caso de que ele faleça antes de fazer isso, os membros do mosteiro de Santa Maria de Sião então devem se reunir e realizar uma votação para eleger o novo defensor da Arca. Muitos historiadores duvidam das alegações de que a verdadeira Arca da Aliança realmente se encontra no interior da Capela das Tábuas. Mas, como ninguém além do guardião pode ter acesso à relíquia, é impossível provar se o artefato é autêntico ou não.

6. Área 51 (Nevada - EUA)

A Área 51 possui vários usos oficialmente documentados. É uma parte da instalação da Força Aérea dos EUA em Nevada, é anexada à Base da Força Aérea de Edwards na Califórnia, é até um centro de desenvolvimento e teste de aeronaves e armas. Dotado com um grande hangar, pistas de aterrissagem, antenas de radar e edifícios administrativos, de alojamento e de restauração menores, parece corresponder ao seu papel suposto como instalação de testes e treinamento para novas tecnologias e sistemas de defesa. Mas este complexo de 90 mil hectares é considerado o lar de muito mais. Em 1947, em Roswell, depois dos avistamentos de um objeto semelhante a um disco nos céus, o Campo Aéreo do Exército em Roswell lançou um comunicado de imprensa dizendo que havia recuperado um objeto voador não identificado; Apenas para retrair totalmente a declaração pouco tempo depois. A lenda cresceu quando, supostamente, os ex-funcionários da base alegaram ter visto evidências de nave espacial alienígena. Os ufologistas ardentes afirmam que a Área 51 contém um complexo de túneis subterrâneos e armazéns que armazenam evidências de atividade extraterrestre. Estas afirmações são impossíveis de provar ou refutar, uma vez que a área é tratada como estritamente fora dos limites. O tráfego aéreo civil e militar é proibido a partir do espaço aéreo. É uma ofensa da corte marcial para um avião militar violar a zona de exclusão. A área 51 também não aparece em mapas produzidos pelo governo. O site está coberto com sinais que alertam os intrusos que o uso de força mortal é autorizado. Equipes de guardas de segurança imponentes vigilam atentamente as esgrimas perimetrais, que são liberadas com sensores de movimento.

7. RAF Menwith Hill (Inglaterra)

Enquanto esta estação de monitoramento eletrônico pertence ao Ministério da Defesa do Reino Unido, é administrada pelo Departamento de Defesa dos EUA. Oficialmente, uma parte da rede global de comunicação de defesa da América, a missão de Menwith é fornecer suporte de inteligência para os Estados Unidos, o Reino Unido e seus interesses aliados. Originalmente chamada Estação de Menwith Hill, em 1966, a Agência Nacional de Segurança dos EUA (NSA) assumiu a administração. Hoje, a base serve principalmente como uma estação de campo NSA. O site é pontilhado com uma grande quantidade de radomas, usado para interceptar e monitorar comunicações. Acredita-se que a Menwith Hill seja um centro central para a rede ECHELON (America's Secret Global Surveillance Network). Controlando tudo de e-mails para conversas telefônicas, ECHELON é usado para "espionar" globalmente. Enquanto a rede é dita operar sob o FVEY, o acordo por governos da Grã-Bretanha, EUA, Austrália, Canadá e Nova Zelândia, nunca houve confirmação oficial de ECHELON realmente existente. A natureza clandestina e o fato de que existe uma forte presença americana em solo britânico levaram à implantação de uma forte força de segurança no solo para proteger o site. Além da cerca perimetralada com torres de vigia, o site é patrulhado por guardas armados e cães treinados. fontes: cntraveler.com/galleries/2014-05-21/off-limits-areas-at-famous-landmarks-around-the-world // oddee.com/item_98792.aspx // http://listverse.com/2010/01/06/top-10-places-you-cant-go// usmint.gov/about/about?action=fun_facts13 //therichest.com/rich-list/10-off-limits-places-you-have-zero-chance-of-visiting/

Nenhum comentário: