Loading...

Total de visualizações de página

Postagens populares

domingo, 30 de março de 2014

OS 10 VENENOS MAIS MORTAIS E SEUS EFEITOS

Sem a rapidez e “discrição” que vemos em obras como Romeu e Julieta e livros de Agatha Christie, certos venenos podem demorar para agir e, além disso, levar a uma morte lenta e dolorosa. Outros podem derreter seus ossos ou fazer com que mães deem à luz crianças sem braços ou com graves problemas neurológicos. Confira a seguir dez substâncias que você deveria evitar se tem amor à vida. 10. CIANETO
Tão conhecido como letal, o cianeto era o ingrediente ativo do Zyklon-B, gás usado por nazistas para executar prisioneiros em campos de concentração. Embora gás de cianeto tenha um agradável cheiro de amêndoas (de acordo com quem teve contato e sobreviveu para contar a história), seus efeitos podem ser especialmente desagradáveis: ele aglomera e retira as partículas de ferro das células sanguíneas, impedindo que elas transportem oxigênio pelo corpo e matando a pessoa por asfixia em minutos. 9. ÁCIDO FLUORÍDRICO
Usado na indústria metalúrgica e na fabricação de Teflon, o ácido fluorídrico não é o mais forte que conhecemos, mas pode fazer um belo estrago no corpo humano: sob a forma de gás, pode queimar seus olhos e pulmões; líquido, pode ser absorvido pela pele e reagir com o cálcio no corpo (destruindo seus ossos, dependendo da quantidade que entrou na corrente sanguínea). O fato de não causar dor imediatamente pode fazer com que uma pessoa se exponha sem perceber – pelo menos até os efeitos começarem. 8. BATRACOTOXINAS
Sapos com cores diferentes (vermelho, azul, amarelo) e intensas podem render boas fotografias, mas é melhor não chegar muito perto: esses animais têm veneno na pele, e seus efeitos dependem da espécie e da sua “dieta”. Entre as batracotoxinas mais perigosas está a do pequeno sapo dourado encontrado na Colômbia, que, embora seja menor que um dedo, tem veneno suficiente para matar mais de vinte pessoas – ou alguns elefantes. A toxina ataca os nervos e causa paralisia total. Não há antídoto conhecido. 7. GÁS VX
Inicialmente, esse gás era comercializado como pesticida, mas teve a venda proibida quando descobriram o risco que trazia – ao inibir a produção de uma enzima específica no corpo, ele causa uma “tempestade” no sistema nervoso, que entra em colapso. O gás VX foi declarado ilegal na Convenção de Armas Químicas de 1993, quase quarenta anos após sua descoberta (1952). 6. AGENTE LARANJA
O conhecido herbicida foi usado por tropas dos Estados Unidos durante a Guerra do Vietnã para destruir florestas (usadas como esconderijo por soldados vietnamitas) e plantações. Um de seus componentes (TCDD), porém, fazia muito mais do que agredir o ambiente: além de aumentar o risco de se desenvolver certos tipos de câncer, o TCDD fez com que dezenas de milhares de crianças morressem durante a gestação ou nascessem com graves deformações físicas e, em certos casos, com retardo mental. 5. RICINO
Uma dose pequena, do tamanho de alguns grãos de sal, é capaz de matar um adulto. Esse veneno, derivado de mamonas, faz com que o corpo da vítima deixe de produzir proteínas essenciais. Em 1978, o escritor búlgaro Georgi Markov foi assassinado com ricino – possivelmente pela polícia secreta da Bulgária (Markov era dissidente) ou pela KGB (polícia secreta da antiga União Soviética). 4. ARSÊNICO
Os efeitos desse veneno são muito similares aos da cólera, o que o tornou muito usado em assassinatos durante a Idade Média (a doença era comum, o que fazia as mortes por arsênico parecerem menos suspeitas). Em grande quantidade, pode causar fortes convulsões, induzir coma e, por fim, matar; em concentrações menores e “consumido” de modo contínuo, o arsênico pode levar ao desenvolvimento de câncer, diabetes e doenças cardíacas. 3. CHUMBO
Esse metal já é usado pela humanidade há pelo menos 8 mil anos, mas só há algumas décadas foi descoberto o mal que ele pode fazer ao organismo – intoxicação por chumbo pode causar uma série de sintomas, de diarreia a distúrbios neurológicos (se exposta durante a gestação, uma criança pode nascer com retardo mental). Para alguns criminologistas, a conscientização a respeito dos perigos do chumbo teria ajudado na diminuição de crimes violentos nas últimas décadas (crianças nascidas a partir de 1980, menos expostas, seriam menos violentas). 2. BRODIFACOUM
Ao reduzir a quantidade de vitamina K no sangue, esse anticoagulante pode, dependendo da dose, causar graves hemorragias internas. Para piorar, é facilmente absorvido pela pele e pode ficar no organismo durante meses. É usado como veneno para ratos. 1. ESTRICNINA
Esse veneno ataca os nervos da espinha dorsal, causando fortes espasmos musculares. Há relatos de que o comandante nazista Oskar Dirlewanger injetava estricnina em seus prisioneiros apenas para observar suas convulsões. Da mesma forma que o brodifacoum, também é usado como pesticida, em especial para matar ratos. FONTE:Listverse

Nenhum comentário: